Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Blog da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras

As últimas notícias sobre o Lar de Nossa Senhora da Misericórdia, Clínica Domus Misericordiae, ERPI, Creche, Jardim de Infância, CATL, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário

O Blog da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras

As últimas notícias sobre o Lar de Nossa Senhora da Misericórdia, Clínica Domus Misericordiae, ERPI, Creche, Jardim de Infância, CATL, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário

Agradecimento à Méninha - Filomena Maria S. Menezes Santos

O Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras, em representação da Mesa Administrativa, assim como de todos os colaboradores, apresenta as mais sentidas condolências a seus familiares.

 

A Méninha foi funcionária desta Instituição, desde a fundação da sua creche e jardim de infância, fazendo parte do quadros de pessoal de 01/01/1981 até à data da sua reforma por limite de idade. Durante todos estes longos anos, contámos com o sorriso da Méninha, a sua disponibilidade, a sua colaboração, a sua amizade e o seu coração d’ouro.

 

A ela agradecemos no seu devido tempo, mostrando-lhe o nosso reconhecimento e gratidão pela sua magnífica prestação, não só como auxiliar de ação educativa, com os braços sempre abertos para acolher os seus meninos, quando nos presenteava com a sua belíssima voz, ou quando colaborava com as suas magníficas mãos na arte da costura, em que era exímia.

 

Obrigado Méninha. A entrega da tua alma nesta passagem pela vida em prol dos outros são louvores que voaram com a tua alma para junto do Senhor, sabendo que junto D’Ele olhas por nós. Um obrigado de coração pelo amor recebido, sorriso que nunca será esquecido.

 

O Provedor
Vasco Fernandes

 

Na foto, a funcionária Filomena Menezes é a segunda a contar da esquerda

a1.jpg

 

Bónus de Natalidade

a1.jpg

Ontem em reunião de Mesa Administrativa foi entregue o Bónus de Natalidade à funcionária Ana Margarida Lopes que foi mãe durante o ano de 2017.
Este é o terceiro ano desta iniciativa da SCMTV e foram atribuídos no total cinco bónus, quatro em abril e um em agosto.

 

498º Aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras

a1.JPG

No passado dia 26 de julho de 2018, esta magnífica instituição completou 498 anos de serviço abnegado ao próximo. Entre 1520 e 1974 na área da saúde, após 1980 na área da infância e apoio social, posteriormente na área idosos, numa linha de conduta de serviço à população, com base nas 14 obras de misericórdia, procurando servir com qualidade dignificando aquele que é servido.


Este dia foi vivido em toda a instituição com a alegria e o regozijo de quem completa mais um aniversário e sente a felicidade do acontecimento, como em todas as famílias houve almoço de aniversário e bolo com as velas simbólicas cantando-se os parabéns em cada uma das respostas sociais.

 

Sendo esta Misericórdia uma família que se estende à população houve as comemorações do dia partilhado com os amigos, entre os quais destacamos as entidades e misericórdias que fizeram questão de estar presentes e reforçar a nossa alegria validando a nossa existência e razão de continuidade.

 

Celebramos o dia com ação de graças, tendo presidido à Eucaristia o Exmo. Cónego Daniel, após breves palavras do Provedor e Presidente da Assembleia Geral, houve um pequeno recital de música clássica pelo Professor Daniel no órgão de tubos, seguindo-se um lanchinho com bolo de aniversário - “Misericórdia d’Honra”.

 

A todos com quem vivemos este dia um abraço e um obrigado do provedor sempre ao dispor,


Vasco Fernandes.

 

O Jornal Badaladas, na sua edição de 2 de Agosto, escreve sobre o Aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras

a1.jpeg

Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras rumo aos 500 anos de existência

santaCasa.jpg

A Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras assinalou no passado dia 26 de julho o seu 498º aniversário. O ponto alto das comemorações foi a celebração de uma Eucaristia de ação de graças pela vida e obra da instituição, na igreja da Misericórdia. 

 

Durante a cerimónia, presidida pelo cónego Daniel Henriques e concelebrada pelo Pe José Manuel, foram recordados e homenageados todos os membros dos corpos sociais, colaboradores, utentes e voluntários que passaram pela instituição.
 

Muitos foram aqueles que quiseram marcar presença nas comemorações, entre eles Ana Umbelino, vereadora da Câmara Municipal, e o deputado da Assembleia da República Duarte Pacheco. Durante a homilia, o cónego Daniel Henriques salientou a importância do trabalho da Santa Casa, “atenta ao cumprimento das obras de misericórdia e às palavras de Deus”, disse, dando graças pela longa história daquela Misericórdia, que já está a mobilizar-se para as comemorações dos seus 500 anos.


“Muitos passos se deram desde a criação desta instituição, tudo se transformou”, sublinhou Vasco Fernandes. O provedor recordou o caminho percorrido pela Santa Casa, nem sempre fácil, desde a criação do primeiro hospital até à sua nacionalização, “numa altura em que ficámos sem rumo, sem obras sociais”, até à inauguração mais recente, em 2011, do edifício Domus Misericordiae, no Sarge. Ali funcionam as residências geriátricas e a clínica Domus, um espaço dedicado à saúde e ao bem-estar, com serviço de fisioterapia, consultas de especialidade, atividades em meio aquático e aulas de grupo, entre outros projetos.
 

Fundada por Dom Manuel I a 26 de julho de 1520, a Santa Casa torriense tem atualmente em funcionamento creche, pré-escolar, centro de atividades e tempos livres, centro de dia, lar, serviço de apoio domiciliário, residências geriátricas, cantina social, banco alimentar, loja social, entre outros.

 

Como instituição particular de solidariedade social, procura dar respostas aos problemas sociais de hoje no âmbito da infância, idosos, comunidade e saúde, prestando apoio a mais de 1.300 pessoas, com 130 colaboradores.

 

A dois anos de celebrar os 500 anos, mantém-se comprometida com os valores de misericórdia que presidiram à sua fundação e continua a caminhar nesse sentido.
 

Vasco Fernandes deu nota da inauguração do novo lar no Ameal, com capacidade para 35 camas, prevista para janeiro do próximo ano. A instituição tem ainda a decorrer um projeto de recuperação e informatização do seu arquivo e aposta na formação e qualificação dos seus colaboradores.


Aproveitando a ocasião, Vasco Fernandes lançou o desafio para a formação de uma comissão executiva e de honra para as comemorações dos 500 anos da Santa Casa, e para o lançamento de um programa comemorativo em parceria com a Câmara Municipal.


O coro masculino da Escola de Música Luís Maldonado Rodrigues e o organista Daniel Oliveira acompanharam a celebração e, no final, houve um concerto de órgão. As comemorações terminaram com um lanche convívio.

 

 

Jornal Badaladas, Edição de 2 de Agosto