Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Blog da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras

As últimas notícias sobre o Lar de Nossa Senhora da Misericórdia, Clínica Domus Misericordiae, ERPI, Creche, Jardim de Infância, CATL, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário

O Blog da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras

As últimas notícias sobre o Lar de Nossa Senhora da Misericórdia, Clínica Domus Misericordiae, ERPI, Creche, Jardim de Infância, CATL, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário

Misericórdia inaugura loja social e centro de dia

 

Santa Casa da Misericórdia assinala 494º aniversário com inaugurações e projectos para maior apoio a crianças e idosos.

 

O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras, Vasco Fernandes, referiu que o número de pedidos de apoio de famílias com dificuldades económicas aumentou muito nos últimos quatro anos. “Nunca vi tanta gente a pedir ajuda como nestes últimos quatro anos. Os pedidos de apoio são diários e tentamos dar resposta a todos aqueles que nos pedem ajuda”, afirmou ao CM Vasco Fernandes. Aquele responsável falava esta quarta-feira durante as cerimónias que assinalam o 494º aniversário da instituição.

 

O patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente participou nas cerimónias, que tiveram início com uma eucaristia na igreja da Misericórdia. Seguiu-se a inauguração de uma loja social, centro de dia e de um salão de festas, estrutura construída junto do lar residencial da Misericórdia e que durante 15 anos foi um ferro-velho.

 

Aida Franco, diretora da loja social, localizada no centro da cidade de Torres Vedras, referiu ao CM que cerca de 500 pessoas recebem os artigos que são dados à loja social. Os produtos são doados após uma avaliação da situação económica da pessoa. “Temos roupas, alimentos, brinquedos que são dados todas as terças e sextas-feiras a pessoas que nos pedem ajuda e são, sobretudo, famílias que estiveram economicamente bem mas que depois vieram enfrentar o desemprego e agora precisam de auxílio”, referiu Aida Franco.

 

D. Manuel Clemente sublinhou a importância da “fraternidade e da solidariedade”, palavras que ilustram a atividade da Misericórdia de Torres Vedras. “As crises são momentos de interrupção de expectativas mas é preciso atuar e dar resposta a quem precisa dessa resposta no momento presente e a Misericórdia promove respostas concretas no presente”.

 

A Misericórdia de Torres Vedras pretende avançar com novos projectos. O provedor Vasco Fernandes apontou ao CM ter o desejo de avançar com a construção de um lar para crianças em risco, com capacidade para 20 menores, e ainda de uma nova unidade de cuidados continuados. 

Correio da Manhã

31 de Julho 2014