Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Blog da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras

As últimas notícias sobre o Lar de Nossa Senhora da Misericórdia, Clínica Domus Misericordiae, ERPI, Creche, Jardim de Infância, CATL, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário

O Blog da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras

As últimas notícias sobre o Lar de Nossa Senhora da Misericórdia, Clínica Domus Misericordiae, ERPI, Creche, Jardim de Infância, CATL, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário

Misericórdias. Protocolo de cooperação deverá estar finalizado até final do mês

O secretário de Estado da Segurança Social revelou hoje que até ao final de janeiro deverá estar concluído o protocolo de cooperação entre o Estado e as misericórdias, com uma reunião final marcada para segunda-feira.

“Existe um trabalho muito aprofundado, muito avançado entre o Ministério da Solidariedade, a Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS) e a União das Misericórdias no sentido de, durante o mês de janeiro, conseguirmos fechar este protocolo”, disse o secretário de Estado da Segurança Social, Marco António Costa, à margem da tomada de posse dos corpos gerentes da Misericórdia de Vila Nova de Gaia para 2012-2014.

Segundo o secretário de Estado, que não quis avançar os valores patentes no acordo a firmar nem os pormenores relativos à transferência dos hospitais anunciada em novembro, na próxima segunda-feira vai decorrer uma reunião que admite ser “uma reunião final de fecho do protocolo”.

Marco António Costa afirmou, ainda, que, no âmbito da linha de 50 milhões de euros que está a ser preparada para lidar com problemas financeiros das Misericórdias e que será também anunciada “muito brevemente”, o Estado pagou a 30 de dezembro 5,7 milhões de euros de dívidas existentes desde 2008 para com várias instituições do país.

“Todos nós temos consciência das dificuldades que existem no plano financeiro por parte do país, mas tem havido um esforço de dar sinais inequívocos relativamente a uma aposta na política social”, disse o secretário de Estado.

Em meados de novembro, o primeiro-ministro anunciou que o Governo iria, até ao final do primeiro trimestre de 2012, regularizar as dívidas consideradas mais prioritárias às misericórdias e devolver os 15 hospitais públicos que pertencem a estas instituições.


Fonte: Agência Lusa, publicado em 6 Jan 2012