Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Blog da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras

As últimas notícias sobre o Lar de Nossa Senhora da Misericórdia, Clínica Domus Misericordiae, ERPI, Creche, Jardim de Infância, CATL, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário

O Blog da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras

As últimas notícias sobre o Lar de Nossa Senhora da Misericórdia, Clínica Domus Misericordiae, ERPI, Creche, Jardim de Infância, CATL, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário

Cáritas, Misericórdias e Banco Alimentar apoiam campanha pelo Direito à Alimentação

Iniciativa nacional procura aproveitar os excedentes de refeições e oferece solidariedade aos mais carenciados

A Cáritas, a União das Misericórdias e a Federação dos Bancos Alimentares contra a Fome estão entre os membros da comissão de honra da campanha nacional pelo Direito à Alimentação, promovida pela AHRESP - Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal.

 

Além da criação do "vale solidário" que oferece uma refeição a famílias carenciadas, o principal objectivo é desenvolver um sistema para aproveitar os excedentes de refeições e alimentos cozinhados em estabelecimentos de hotelaria, restauração e bebidas.

 

A iniciativa, que conta com o patrocínio do presidente da República Portuguesa, procura criar uma “Rede Nacional de Solidariedade, dirigida às famílias e aos cidadãos carenciados de alimentação”.

 

Todos os cidadãos, empresas e instituições, privadas ou públicas, podem aderir a esta Campanha, através de contribuições, donativos e apoios.

A adesão a esta Campanha, voluntária e gratuita, é realizada através de inscrição no sítio www.direitoalimentacao.org

 

Os promotores da iniciativa pretendem sensibilizar todos os envolvidos nesta área, “desde a produção agro-pecuária, passando pela indústria e a distribuição alimentar”.

 

“Todas as pessoas, famílias, grupos vulneráveis e desfavorecidos, que não possam suprir as suas próprias necessidades, devem ser objecto de uma atenção especial, no que toca ao direito à alimentação”, refere a «Carta do Direito à Alimentação», lançada no referido site.

 

Todas as instituições e empresas aderentes, incluindo as empresas de hotelaria, restauração e bebidas, serão identificadas através de símbolos próprios.

 

Fonte: Agência Ecclesia