Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Blog da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras

As últimas notícias sobre o Lar de Nossa Senhora da Misericórdia, Clínica Domus Misericordiae, ERPI, Creche, Jardim de Infância, CATL, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário

O Blog da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras

As últimas notícias sobre o Lar de Nossa Senhora da Misericórdia, Clínica Domus Misericordiae, ERPI, Creche, Jardim de Infância, CATL, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário

Pobreza atinge 18% dos portugueses

 

18% dos portugueses não tem rendimentos suficientes para fazer face às suas necessidades básicas, e 24,4% vive em risco de pobreza ou de exclusão social. O retrato é de 2011, mas deverá agravar-se à medida que a crise de adensa, já admitiram especialistas nesta área. 

 

Os números mais recentes sobre a pobreza e a exclusão social não são novos, mas foram hoje relembrados pela Comissão Europeia, através de um comunicado. Lá se mostra que em Portugal havia 18% da população a viver abaixo do limiar estatístico da pobreza. Trata-se de um indicador que apenas leva em consideração o rendimento, e que abarca a população que vive abaixo de 60% do rendimento mediano no país. 

 
A pobreza agravou-se ligeiramente entre 2010 e 2011, em 0,1 pontos, estando os especialistas convencidos de que a situação social se tornará mais dramática. A crise, o desemprego, a descida de salários e também os cortes nas prestações sociais estão entre as causas para esta expectativa. 

Em 2011, Portugal era o terceiro país da zona euro com maior percentagem de pobres. Pior do que nós estão a Espanha (21,8%) e a Grécia (21,4%). 

 

Em risco de pobreza ou de exclusão social está 24,4% da população, acima da média da União Europeia (24,8%).

 

Fonte: Jornal de Negócios